segunda-feira, 19 de agosto de 2013

A felicidade está dentro de nós

Debater sobre a felicidade é uma atitude que não se pode ser imposta e apenas exposta porque cada pessoa tem sua maneira de pensar de acordo com seu passado, presente e esperanças do futuro, enfim da sua história. Por isso que aqui discorro minha opinião sobre o tema.

A felicidade é algo prazeroso que pode ser adquirido, provém do interior de uma pessoa e também de qual modo ela usa essa felicidade, afinal  o conceito de felicidade diverge entre diversas pessoas.

Vamos para uma questão polêmica: Dinheiro traz felicidade?

Frequentemente é escutado que o dinheiro não traz felicidade, ele apenas proporciona momentaneamente.
Porém é capaz de dinheiro trazer felicidade, se ele for usado sabiamente, excluindo as ideias negativas de ambição e ganância.
No entanto, como eu disse que a felicidade vem do interior de uma pessoa reagindo aos estímulos externos, alguém que não tem dinheiro pode ser feliz. Extrair muito do pouco, admirar os belos detalhes da vida, fazer com que pequenos momentos sejam prazerosos, valorizar esses pequenos momentos e ainda mais se está acompanhado de outras pessoas são pontos que podem elevar a alma e nos trazer sentimentos de felicidade. 

Não devemos esperar grandes eventos para ficarmos felizes. Precisamos deixar as nossas emoções livre para amar, sorrir, se divertir, brincar, conversar e não se limitar por causa da idade. É claro que todos sabem suas limitações, mas falo no sentido de que ser adulto não quer dizer que não pode mais sorrir com um pequeno estímulo, não quer dizer que precisamos ser cultos e sérios o tempo todo e só falar palavras difíceis. Deveríamos deixar a emoção solta para sermos felizes como quando éramos crianças e pensar com a clareza de um adulto.

Acho que fugi um pouco do assunto apesar de fazer parte do tema. Mas, um exemplo que tenho para dar é que um final de semana em casa pode ser tão prazeroso quanto um final de semana em um parque de diversões e não importa a quantidade de pessoas se você pode extrair delas um sorriso e fazer com aja interação. 
Nesse final de semana em casa, esqueça os defeitos, os problemas, as criticas, o desejo de dar uma resposta imediatamente, o desejo (ruim) de ser melhor de se mostrar superior. Apenas queira ser feliz com o que que se tem. Se você tem só um suco para oferecer, ofereça com um sorriso, conversem, falem coisas engraçadas, dividam suas emoções, procure mil maneiras de fazer aquela pessoa sorrir, brinque. Por que não brincar? Brincar não é só coisa de criança. Pode ser um baralho, um dominó, uma brincadeira inventada... E brinque com toda sua emoção.

Os adultos querem eventos sérios, uma preparação para receber visitas, fazer um lanche que todos gostem. Parece que adultos não gostam de brincar. Não falo brincar infantilmente, as vezes pode soar assim para quem não está acostumado, mas digo brincar para desfrutar da vida, o que você pode fazer para se distrair e levar felicidade é válido. Tem muitos idosos com um espirito de uma criança e jovens com um espirito velho. Esqueça sua condição, seu status, sua aparência e o que os outros vão pensar e brinque, se divirta. Ser uma pessoa feliz, agradável, divertida, de bom-humor e carismática é mais agradável e contagia as outras pessoas.

Partindo desse ponto de que as coisas simples podem trazer felicidade, passo para a questão do dinheiro.
As vezes desejamos ir para um lugar diferente, encontrar outras formas de diversão, as vezes fazer um lanche, dar um presente. Com o dinheiro podemos fazer isso. Mas sem ele também.
A rotina acaba por desgastar a felicidade ou emoção de quem não sabe tirar proveito dela. O mundo, os seres humanos são um mistério, colocar isso na nossa mente faz com que o ambiente com que estamos acostumados se torne um ambiente de aventura, você só precisa explorar. Às vezes uma ligação, um lembrete de alguém traz mais felicidade do que ir para um shopping, fazer um lanche gostoso e nem ter o que conversar com a pessoa. Você volta para casa e se sente vazio. O dinheiro que comprou o lanche não comprou a felicidade.

Mas então tem outra situação, você está com uma pessoa que gosta ou não, sorri ou a faz sorrir e vocês acabam se divertindo, e também tem dinheiro para ir a algum lugar, comprar coisas, etc. Se você souber extrair algo bom de cada situação dessa, dos seus detalhes, pode ser até um botão que você comprar, esse botão te fará mais feliz.


Eu queria chegar a um modo de dizer que o dinheiro traz felicidade. Eu estava pensando nisso e concordando, mas analisando as situações, chego a conclusão de que a felicidade é adquirida através da forma de cada pessoa de ver o mundo ao seu redor, através do estado da sua emoção e través do que ela espera e não através do dinheiro ou falta dele.

Lily.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog