segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Te cuidar

Entre lágrimas que engolem meus gritos
Entre mãos desesperadas para escrever
Não imagino vida presente para te amar
Se não existisse você

Entre um choro agonizado
E uma paz trazida pela esperança
Me vejo cercada pelo abismo e tilintar
Enquanto as elfas dançam

Cada vez mais o passado me puxa para o negro estado de relembrar
Cada vez mais as sombras mostram as cicatrizes do que um dia tive que enfrentar
Ao mesmo tempo posso sentir teu abraço me aveludar
Chego a acreditar em um amor ímpar

Mas retomo-me ao outro lado e já vejo cinzas em meu braço
Passa-se um segundo e deixo de enxergá-las
Um nuance me entorpece
Seu calor a fez queima-las

Como uma dependência, posso cada vez mais me iludir
Mas não quero ceder-me para a escuridão
Peço socorro para meu vicio de amor
Ou talvez ser tentada pela ilusão

Entre lágrimas secas pelo vento
Seu sorriso almejo desvendar
Meu rosto sem expressão
Assume a forma do mais nítido sonhar


Entre mãos frias te querendo aquecer
Percebo que meu relógio é o mais desregular
Apenas meu supremo tem o momento certo
E além de mim me deu a honra de te cuidar.  


Lily.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog